Conheça a sigla TLC e saiba porque ela é importante

Foto em preto e branco de um Cachorro e um Homem se olhando

Conheça a sigla TLC e saiba porque ela é importante

Cuidar de um animal é uma coisa. Cuidar com empatia pelos seus sentimentos é outra.

 

Você já ouviu falar da sigla TLC? Não, não é aquele canal de tv ou aquele grupo musical feminino que fez muito sucesso nos anos 90 😛

 

TLC quer dizer Tender, Loving, Care. Em tradução livre do inglês: Ternura, Amor, Cuidado. Profissionais, clínicas e outros estabelecimentos que trabalham sob essa perspectiva vão muito além do cuidado com a saúde ou segurança do animal. São empresas e cuidadores que colocam a consideração e a compaixão como diretrizes de suas ações junto a pessoas e animais. É um conceito aplicável a hospitais infantis, casas de repouso e clínicas veterinárias, por exemplo.

Pet sitters que atuam segundo princípios TLC oferecem cuidado amplo, personalizado e detalhado para você e seus companheiros peludos.

São pessoas que investem em relacionamentos, confiança e respeito, ou seja, conquistas que são construídas com trabalho sério, calma e muito amor. Que saberão respeitar e lidar adequadamente com animais tímidos ou medrosos, com animais muito ansiosos ou com necessidades especiais. Que irão muito além da troca de água, comida e processos de higiene. E que identificam os animais como seres sencientes.

Senciência

Tia Lets, você tá muito “mestre dos magos”. Primeiro TLC, agora essa palavra esquisita? Sim! TLC, ética e senciência estão 100% vinculados. A senciência é a capacidade de experimentar sensações e sentimentos de forma consciente, de ter experiências. Não é só perceber um estímulo ou reagir a uma ação, como no caso de uma máquina que desempenha certas funções quando pressionamos um botão. A senciência é a capacidade de receber e reagir a um estímulo de forma consciente.

A razão pela qual a senciência é crucial para o cuidado com os animais está no fato de as experiências poderem ser positivas ou negativas para os indivíduos. Lembrando que isso vai além de sentir dor ou prazer físicos. Recentes pesquisas científicas comprovaram o que os tutores já descrevem há muito tempo, os animais possuem a capacidade emocional para sentir também medo, prazer, alegria e estresse, além de terem memória e, até mesmo, saudades

Se consideramos que os animais são capazes de sentir, torna-se imprescindível trabalhar de forma a evitar seu sofrimento e promover seu bem-estar.

DICA DA TIA LETS

Senciência e autoconsciência (que pode ser definida como a capacidade de se reconhecer como um ser pensante e único) são conceitos diferentes e não devem ser confundidos.

Comentários do Facebook
Nenhum comentário

Deixe um Comentário